Sobre o Eli

Aqui você vai conhecer toda a trajetória do radialista que fez - e faz  história na comunicação brasileira, o ‘Homem Sorriso do Rádio’, Eli Correa.


Quando Eli Correa cursava o terceiro ano primário, no patrimônio de Paranagi (município de Sertaneja, no estado do Paraná onde nasceu), seu professor, Luiz Fabrete, o solicitou que lesse uma poesia voz alta. O professor se surpreendeu com a desenvoltura do aluno, aconselhando-o seguir carreira de locutor, pela sua voz e interpretação, diferenciadas para um garoto da sua idade, leigo no assunto. E Eli Correa nunca mais esqueceu essas palavras.

 

Aos 16 anos Eli Correa seguiu com sua família para a cidade de Barra Bonita, onde tinham uma sorveteria. Um dia todos precisaram ir a um casamento no Rio de Janeiro e, coincidentemente, a rádio local anunciou teste para locutores. Eli estava responsável pela loja de sorvetes que, nesse dia, fechou suas portas. Mas, ele passou no teste e a cidade de Barra Bonita ganhou um grande locutor. O primeiro programa de rádio de Eli Correa se chamava: “Isto é sucesso!”


De mudança para o interior de São Paulo, Eli Correa trabalhou na rádio Jauense, no município de Jaú. Mas o garoto Eli sonhava alto, queria conquistar o grande público, a cidade grande, e veio tentar a sorte em São Paulo. E teve êxito! Ingressou na Rádio São Paulo em 1972 onde fez sucesso rapidamente, com um estilo diferenciado, alegre. Foi nessa época que seu então empresário, Nelson Freitas, percebeu que ele sempre iniciava seus programas com a mesma frase: Oooooiiiiiiiii Geeeenteee! Que veio a se tornar o mais conhecido ‘jargão’ do rádio no Brasil.


Na maior cidade do país Eli Correa destacou-se rapidamente. Foi então convidado para trabalhar na Rádio Tupi, uma das maiores emissoras de São Paulo, onde estavam na época os melhores comunicadores do rádio. Nessa emissora, com uma programação de grande audiência, o sucesso de Eli Correa só aumentava e havia disputa entre as emissoras para contratá-lo. Trabalhou ainda nas rádios Globo e Record, as maiores da capital paulista. Foi na rádio Record, através de um grande amigo, Francisco Paes de Barros, que Eli Correa ganhou o apelido de Homem Sorriso do Rádio, pois falava sempre com um “sorriso na voz”.Eli então aceitou mais um desafio. Ingressou na Rádio Capital AM, emissora ainda em crescimento. Até contratar o “Homem Sorriso do Rádio”. Em pouco tempo, a audiência da Rádio Capital AM foi elevada para o primeiro lugar.


Eli Correa passou ainda pela Rádio América, mas foi na Rádio Capital que Eli se consolidou e permanece até hoje, conquistando diariamente mais admiradores, fazendo e mantendo amigos fiéis.


Há mais de 41 anos ininterruptamente no ar, Eli Correa apresenta seus programas sempre ao vivo. Hoje, em dois horários diariamente das 06h00 às 08h00 e das 12h00 às 15h00 pela Rádio Capital AM (www.capital1040.com).


Durante toda sua trajetória pelas rádio onde passou, Eli Correa sempre esteve perto do seu publico, no rádio, circos, shows, missas e romarias que organiza ou até mesmo nas visitas que realiza nas casas das ouvintes, amigas como as considera.
E por onde Eli Correa passa, uma multidão o acompanha para pedir autógrafos, tirar fotos, dar um abraço.


Seu jargão: Oiiiiii Genteeee é conhecido – e imitado por pessoas de todas as idades, até crianças que o ouvem acompanhando suas mães, avós, tias.
Mas, em seus programas, Eli Correa sempre foi além de apenas entretenimento. Desde os anos 80 Eli tem a maior prestação de serviços do rádio brasileiro. O Clube da Amizade recebe diariamente doações que são repassadas para os ouvintes mais carentes. São milhares de cadeiras de roda e de banho, além de fraldas, colchões, cesta básica, medicamentos e vários outros pedidos urgentes, como anúncios de pessoas desaparecidas.

 

 

Santo Onofre

Adquira o novo

livro do Eli Corrêa.

"SANTO ONOFRE

PATRONO DA FORTUNA"

RESERVE O SEU AQUI !!!

 

Clube da Amizade

Conheça as obras sociais

e saiba como ajudar.

Cinthia Eli Correa Filho